AIDS

Proteína criada em laboratório pode revolucionar tratamento contra a AIDS

Uma nova substância, criada em laboratório, poderá representar uma alternativa revolucionária para o tratamento da AIDS. Pesquisadores do Instituto Scripps e de outras instituições criaram uma nova molécula que seria capaz de evitar infecções do vírus HIV. A descoberta, foi publicada esta semana na revista Nature. Entre as potenciais aplicações da descoberta está a produção de uma vacina contra a doença a partir da substância criada.

A grande dificuldade até o momento para produção de uma vacina está no fato de que o vírus HIV segue evoluindo. Desta maneira, os pesquisadores adotaram a estratégia de criar uma nova proteína, chamada eCD4-IG, que bloqueasse a área em que o vírus se fixa aos receptores, impedindo-o de penetrar na célula.

Os pesquisadores estão entusiasmados com a descoberta após testes realizados em quatro macacos rhesus, contudo o remédio ainda não foi testado em humanos, mas isso deve acontecer em breve.

Estima-se que 35 milhões tenham o HIV em todo mundo, porém apenas 13,6 milhões recebem tratamento da doença.

Fontes e imagem:

Science Magazine , O Globo