ARTES PLÁSTICAS

Quadro de Cristo que quase foi jogado no lixo era obra-prima que valia milhões de dólares

Uma pintura valiosíssima passou anos pendurada na cozinha de uma senhora francesa sem que ninguém desconfiasse de sua importância. A obra, conhecida como "O Escárnio de Cristo", é de autoria do pintor Cimabue, considerado um mestre do Renascimento. O quadro foi leiloado recentemente por cerca de 27 milhões de dólares. O mais incrível é que o tesouro escapou por pouco de ir para o lixo.

A pintura, que mede 25,4 cm de altura, mostra Jesus sendo zombado por uma horda de homens. Especialistas acreditam que a obra fazia parte de um retábulo concluído em 1280 e que decorava alguma igreja da Europa. Apenas outros dois painéis da série já foram encontrados. Mais cinco ainda estariam perdidos.

Cimabue era de Florença e atuou como pintor entre 1272 e 1305, no início do Renascimento. Ele foi um dos primeiros artistas a adotar um estilo mais naturalista. Para constatar a autenticidade da obra, o quadro foi comparado com outras obras dele.

A dona do quadro disse que a obra pertencia à sua família há muitos anos. Ela acreditava que a pintura fosse um ícone religioso vindo da Rússia. Quando a mulher estava se mudando para outra casa, "O Escárnio de Cristo" quase foi jogado fora, junto com outros pertences dela. Por sorte, um leiloeiro avaliou seus bens antes disso e descobriu que ela possuía uma obra-prima.


Fonte: Live Science

Imagem: Domínio Público, via Wikimedia Commons