CURIOSIDADES

A rainha da Tailândia morta por um decreto real absurdo

Proibidas de serem tocadas, a rainha e sua filha morreram bem diante dos plebeus. 

Vídeo relacionado:
Sunandha Kumariratana morreu em 1880, aos 19 anos, vítima de um decreto real absurdo, que proibia os plebeus de tocar qualquer membro da monarquia tailandesa.

A rainha viajava de barco em direção ao seu palácio de verão, na companhia de sua pequena filha e grávida de seu segundo herdeiro, quando uma corrente virou sua embarcação. Embora muitas testemunhas tenham visto a mulher e a menina gritarem, pedindo ajuda, ninguém ousou socorrê-las, com medo de perder suas vidas, pois estariam desafiando a ordem de não tocar em nenhum membro da realeza.

O rei Rama V ficou desolado com a perda de sua esposa, sua filha e seu filho não nascido e ergueu um monumento em homenagem a eles, além de anular imediatamente a lei.

Ainda existem muitas monarquias nos dias de hoje, e, associadas a elas, inúmeras regras protocolares vigentes que, sob a ótica atual, soam tão retrógradas quanto a que deu fim à vida da jovem Sunandha.


Fonte: Super Curioso
Imagens: ScorpianPK