OVNIS

Revelação de arquivos secretos sobre óvnis botaria em risco segurança nacional dos EUA

No ano passado, autoridades dos Estados Unidos confirmaram a autenticidade de três vídeos vazados que mostram objetos voadores não identificados. Um dos casos aconteceu em 2004, quando vários militares a bordo do porta-aviões USS Nimitz avistaram óvnis sobrevoando o Oceano Pacífico, na costa de San Diego. Agora, a Marinha do país afirma que tem mais arquivos sobre o fenômeno, mas que não pode divulgá-los por questão de segurança nacional.

De acordo com as testemunhas, um óvni avistado tinha um formato oval alongado, com um eixo horizontal claramente definido no meio. O objeto media aproximadamente 14 metros de comprimento. Os relatos apontam que ele fugiu dos caças da Marinha apresentando "uma capacidade avançada de aceleração, aerodinâmica e propulsão".

Quando os vídeos vazaram, a Marinha classificou os objetos como um "fenômeno aéreo desconhecido". Recentemente, com base na Lei da Liberdade de Informação, o pesquisador Christian Lambright solicitou ao órgão mais detalhes sobre o incidente. Em resposta, um porta-voz do Escritório de Inteligência Naval confirmou que a instituição possui vários documentos ultrassecretos e pelo menos um vídeo confidencial envolvendo o encontro com os óvnis.

A Marinha disse ainda que a revelação do material "causaria danos excepcionalmente graves à Segurança Nacional dos Estados Unidos". O Pentágono também se manifestou sobre o assunto. "O Departamento de Defesa, especificamente a Marinha dos EUA, tem o vídeo", disse a porta-voz Susan Gough. Segundo ela, como a investigação dos avistamentos está em andamento, os relatórios não serão discutidos publicamente. Confira abaixo um dos vídeos vazados sobre o incidente:

 


Fontes: Live Science, Vice e Popular Mechanics

Imagem: To The Stars Academy/US Navy/Reprodução