ESPAÇO

As ruínas de um planeta destruído podem dar pistas sobre o futuro da Terra

Ao observar o espaço, astrônomos da Universidade de Warwick, no Reino Unido, coordenados pelo especialista Christopher Manser, identificaram o que parecem ser as ruínas de um planeta com características parecidas com as da Terra. A descoberta pode indicar o que acontecerá com nosso planeta dentro de bilhões de anos.

Tudo indica que os restos encontrados correspondem ao núcleo de um planeta cuja superfície foi literalmente arrancada pela força de gravidade da anã branca que ele orbitava, denominada SDSS J1228 + 1040. Trata-se de uma estrela que esgotou sua energia nuclear e atravessa a última etapa de sua evolução antes de se desintegrar. Os restos do planeta estão entre os corpos rochosos contidos em uma nuvem que envolve a anã-branca.

Assim como a SDSS J1228 + 1040, um dia nosso Sol envelhecerá até ser uma anã branca, e as consequências para nosso sistema planetário podem ser muito parecidas com as que os astrônomos identificaram agora. Os sois, quando acaba o hidrogênio, começam a queimar elementos como hélio ou carbono, para mais tarde consumir planetas próximos. Portanto, o fim da Terra pode ser semelhante ao do planeta que orbitava essa estrela que se tornou em uma anã-branca.

“O consenso geral é que daqui a 5 ou 6 bilhões de anos, nosso sistema solar terá uma anã branca no lugar do Sol, orbitada por Marte, Júpiter, Saturno, exoplanetas, assim como por asteroides e cometas”, afirmou Manser.


Fonte: Science Magazine 

Imagem: Shutterstock.com