holocausto

Selfies em memorial do holocausto viram projeto bombástico

Incomodado com tantos selfies descontraídos tirados no Memorial aos Judeus Mortos na Europa, em Berlim, o artista Shahak Shapira resolveu fazer algo para relembrar a ideia principal do monumento: jamais esquecer uma das maiores tragédias da humanidade, o Holocausto.

 

Foi assim que nasceu o Yolocaust, site que faz uma comparação dos selfies de hoje com momentos do passado. 

 

“Aproximadamente 10 mil pessoas visitam o Memorial todos os dias. Muitos deles tiram fotos bobas, pulam, andam de skate ou de bicicleta entre os 2.711 blocos de concreto da estrutura”, diz em seu site. 

 

A indignação de Shapira se transformou em um projeto que é um verdadeiro soco no estômago. 

 

UPDATE: A repercussão do site acabou chegando a todas as 12 pessoas retratadas nas imagens do Yolocaust. Elas pediram para que o autor do site retirassem as montagens. A maioria reconheceu a falha, pediu desculpas e deletou a foto original das redes sociais. 

 

 

 

 

 


FONTE: Yolocaust.de
IMAGENS: Yolocaust.de