LEONARDO DA VINCI

Seria possível ressuscitar Leonardo da Vinci?

Descoberta de material genético atribuído ao gênio renascentista abre a possibilidade de clonagem. 

Vídeo relacionado:
O local onde estariam os restos do inventor, cientista e artista Leonardo da Vinci continua sendo um mistério. Em 1863 foi divulgado que seu túmulo havia sido encontrado e o conteúdo transferido para uma igreja na cidade de Ambroise, na França. Porém, a tecnologia da época não permitiu que se comprovasse a veracidade da descoberta.

Recentemente, uma equipe de historiadores italianos anunciou a descoberta de uma série de relíquias perdidas, pertencentes a Da Vinci, e que poderiam conter o DNA do grande gênio renascentista. Se o fato for comprovado, a ciência estaria em condições não só de conhecer por fim o destino dos restos do inventor, como também de poder clonar o grande gênio renascentista.

Um grande debate ético rodeia a possibilidade de dar vida, por meio de técnicas de clonagem, a personagens históricos. Enquanto algumas pessoas afirmam que em nenhuma instância seria ético reproduzir artificialmente a vida humana, outras acreditam que a possibilidade de trazer de volta grandes mentes do passado poderá ajudar a resolver muitos dos problemas que assolam a humanidade atualmente.


Fonte: Mysterious Universe
Imagem: Shutterstock