STEPHEN HAWKING

Stephen Hawking nega a própria teoria e afirma que buracos negros não existem

O consagrado físico Stephen Hawking publicou um estudo que surpreendeu a comunidade científica internacional. Hawking, que é um dos criadores da teoria moderna do buraco negro, nega que esses fenômenos de energia no espaço existam como se pensava anteriormente. No artigo Preservação de Informações e Previsão do Tempo para Buracos Negros, Hawking diz que o horizonte de eventos não existe. Essa espécie de fronteira visível que mantém qualquer tipo de matéria no interior do buraco negro seria apenas um horizonte aparente, que só poderia reter a matéria por uns tempos. “Você não pode sair de um buraco negro na teoria clássica, mas a teoria quântica prevê que energia e outros tipos de informações escapem do buraco negro”, afirmou Hawking para a respeitada revista Nature. Para Stephen Hawking, uma explicação formal do processo exigiria uma teoria que combinasse a gravidade com outras forças fundamentais da natureza, algo que os físicos vêm buscando sem sucesso, por quase um século. A nova noção de horizonte aparente postula que a captura da matéria é temporária, com sua liberação posterior em um formato totalmente distorcido e caótico. “Os efeitos em torno do buraco negro provocam flutuações quânticas demasiado violentas para se permitir a existência de uma fronteira tão definida”, conclui.          

Fonte: PopSci | Nature
 

 

Imagem: Doug Wheller [CC BY 2.0], via Wikimedia Commons
Veja também