EXOPLANETAS

Superterra potencialmente habitável é encontrada a somente 12 anos-luz do nosso planeta

Uma equipe internacional de astrônomos descobriu um sistema estelar a "apenas" 12 anos-luz de distância do nosso planeta. Lá existem três planetas com quase o mesmo tamanho da Terra. Um deles se encontra no que se denomina “zona habitável”, ou seja, orbitando sua estrela a uma distância que possibilita a existência de água líquida.

Denominado GJ 1061d, o planeta possui uma massa quase duas vezes maior que a terrestre, e sua crosta é provavelmente rochosa. Assim, com rochas e uma atmosfera adequada, o planeta descoberto pode abrigar água na superfície. Além disso, seu clima seria ideal para a existência dessa substância em forma líquida.

Até o momento, a ciência conhece cerca de 33 planetas potencialmente habitáveis, distribuídos em 15 sistemas solares. O GJ 1061d foi descoberto por uma equipe internacional de astronomia liderada por Stefan Dreizler, da Universidade de Gottingen, na Alemenha. No estudo, os pesquisadores utilizaram o espectrógrafo HARPS aplicado ao telescópio do Observatório Europeu do Sul, em La Silla, no  Chile.  

A descoberta do GJ 1061d faz parte de uma campanha científica colaborativa chamada de "Pontos Vermelhos". Carl Sagan chamou o nosso planeta de "pálido ponto azul"; já os pontos vermelhos seriam as estrelas anãs vermelhas que ficam a 16 anos-luz da Terra. A iniciativa rendeu outras descobertas importantes, incluindo a de um planeta potencialmente rochoso que orbita nosso vizinho estelar mais próximo, Proxima Centauri. 


Fonte: NASA

Imagem: ESO/M. Kornmesser/Divulgação