ESPAÇO

Telescópio capta o despertar de um buraco negro adormecido há 20 anos

No início deste mês, o telescópio espacial russo ART-XC captou uma intensa atividade de raios x proveniente do buraco negro 4U 1755-338, sem sinais de atividade há mais de 20 anos. O equipamento faz parte da nova sonda espacial Spektr-RG, lançada em parceria entre a Rússia e a Alemanha. Após a análise dos dados registrados, especialistas do Instituto Russo de Pesquisas Espaciais afirmaram que o despertar do buraco negro está associado a uma estrela próxima a ele.

De acordo com os pesquisadores, essa explosão de raios x tem origem em uma estrela que forma um sistema binário junto com o buraco negro. Segundo um comunicado dos astrofísicos do instituto, o fenômeno é causado pela retomada da gravidade entre o buraco negro e essa estrela. Agora, uma equipe formada pelos cientistas Vladimir Nazarov, Vadim Arefiev e Alexander Lutovinov irá analisar os dados para entender melhor o que está acontecendo no centro da galáxia.

A sonda Spektr-RG é constituída pelos telescópios ART-XC, da Rússia e eROSITA, da Alemanha. A missão pretende desenvolver o primeiro mapa de raios x de alta energia do universo, o que dará acesso a uma série de objetos cósmicos atualmente invisíveis para os astrônomos e astrofísicos do mundo. Espera-se que o objetivo final seja alcançado até junho deste ano.


Fonte: Agência Espacial Federal Russa

Imagens: Shutterstock.com e Agência Espacial Federal Russa