PANDEMIA

As três recomendações de Bill Gates para lutar contra o coronavírus

Em 2015, o fundador da Microsoft, Bill Gates, havia alertado que os líderes mundiais deveriam se preparar para uma pandemia que poderia afetar o planeta. Agora, em uma coluna para o jornal The Washington Post, o bilionário explicou que ainda “há uma janela aberta” para combater o vírus, e que o governo dos Estados Unidos deveria utilizá-la. O empresário garantiu que são necessários três passos para erradicar a pandemia.

O primeiro passo é o fechamento total das fronteiras. “Se as pessoas podem viajar livremente pelas fronteiras dos estados, o vírus também pode. Os líderes do país devem ser claros: o fechamento em qualquer local significa o fechamento em todas as partes, até que o número de casos comece a diminuir”, explicou Gates. 

O segundo passo é a intensificação dos testes do COVID-19. “Muitos mais testes devem estar disponíveis. Também devemos utilizar os resultados para poder identificar rapidamente potenciais voluntários para ensaios clínicos e saber com confiança qual é o melhor momento para se voltar à normalidade”, indicou Gates.

Por último, ele advertiu que o governo deve intervir em rumores ou compras de pânico. Muitas pessoas correram às farmácias para estocar hidroxicloroquina antes de o fármaco ter sido aprovado para uso emergencial contra o COVID-19. Isso dificultou seu uso em pessoas que necessitavam do medicamento para sobreviver.

No entanto, para Gates, é necessário fabricar uma vacina que ponha fim à doença. “Se tudo correr bem, teremos uma em menos de 18 meses. Sem ela, os países em desenvolvimento correm um risco ainda maior que os ricos, porque é ainda mais difícil para eles pararem as atividades e fazer um distanciamento físico”, advertiu.


Fonte: Business Insider

Imagem: Frederic Legrand - COMEO/Shutterstock.com