natureza

A triste história das espécies que chegam à extinção total

Há poucos dias, foi conhecida a triste história da morte de Suni, um dos sete rinocerontes brancos que sobravam no mundo. Suni nasceu em um zoológico da República Tcheca, em 1980, e, há cinco anos, vivia no Quênia. Não se conhecem ainda as causas da morte, mas se sabe que não foi por conta da caça, um dos fatores mais relevantes para que esta espécie tenha chegado a sua situação atual. Suni era um dos dois machos que sobravam que poderiam ter crias e, mesmo que o prognóstico para o rinoceronte branco não deixe lugar para o otimismo, os especialistas da reserva Ol Pejeta, do Quênia, continuaram trabalhando para que os três animais que ainda estão com eles um dia consigam procriar.

Essa, entretanto, não é a única espécie que chegou à beira da extinção total, por diversos motivos, muitos deles vinculados de maneira direta ou indireta à ação do homem. Conheça outras espécies que podem sumir do planeta:

Rinoceronte de Java: Habitualmente caçado pelas propriedades atribuídas a seu chifre, na medicina tradicional chinesa, só existem cerca de 30 exemplares em estado silvestre na ilha de Java, na Indonésia. Leopardo das neves: Desta espécie que habita a cordilheira do Himalaia, sobram menos de 5 mil exemplares, em risco por conta da caça, já que sua pele é comercializada. Além disso, eles se alimentam de animais de granjas, e também são mortos por isso.
Urso polar: Talvez a espécie mais icônica em via de extinção, podendo desaparecer dentro de 50 anos se as placas de gelo do Ártico continuarem reduzindo. Atualmente, restam entre 20.000 e 25.000 exemplares.
Tigre de Bengala: Devido ao crescimento anual de 4 milímetros do nível do mar, cerca de 70% do habitat desse felino poderá ser perdido antes de 2060. Sua situação atual é alarmante, e é por isso que foram criadas novas reservas para sua preservação na Índia.
Boto do Pacífico: Este pequeno golfinho vive no Golfo do México, e ali restam apenas 200 exemplares. A pesca com redes está fomentando seu desaparecimento.

Fonte e imagens: Huffington PostDiario Uno, La VozAnimales rarosBioEnciclopedia e Ecología verde