meio ambiente

Ursos polares podem estar se tornando canibais devido à atividade humana

A atividade humana está afetando os ursos polares do Ártico e pode ter contribuído para o aumento do número de casos de canibalismo entre esses animais. A principal causa para o comportamento anormal estaria na escassez de comida. A afirmação é do russo Ilya Mordvintsev, pesquisador do Instituto Severtsov de Problemas de Ecologia e Evolução. 

Mordvintsev disse que casos de canibalismo entre ursos polares eram raros, mas que agora eles estão sendo registrados com frequência. "Em algumas estações, não há comida suficiente e os grandes machos atacam fêmeas com filhotes", afirmou. O cientista enfatizou que a atividade humana no Ártico "afetou seriamente" a vida desses animais. 

Segundo Mordvintsev, a região do Golfo de Ob (no norte da Rússia), que serve de passagem para o Mar de Barents, se tornou uma rota popular para navios que transportam gás natural. O local é um dos cenários onde os ursos caçam, mas a atividade é prejudicada pela ação humana. Isso porque as embarcações que passam por lá quebram o gelo por onde esses animais caminham, dificultando a caça.

Nos últimos anos, foi registrado um aumento de casos de ursos polares vagando por regiões urbanas na Rússia. O problema pode estar sendo causado pelas mudanças climáticas, que resultam em desequilíbrios no habitat natural dos animais. Um deles chegou a ser alvo de uma pichação, que pode ter sido feita por moradores revoltados com sua presença


Fontes: The Guardian e CBS

Imagem: Shutterstock.com