PANDEMIA

Vídeo mostra graves danos causados pelo coronavírus no pulmão de um paciente

Um hospital dos Estados Unidos divulgou um vídeo que mostra os danos que o COVID-19 provocou nos pulmões de um paciente infectado com o vírus. De acordo com os médicos, trata-se de um homem de 59 anos que, apesar de sofrer de pressão alta, tinha um bom estado de saúde. As imagens detalham como a infecção acontece de forma rápida e agressiva. 

No início, o paciente apresentava febre, tosse e falta de ar. Após os sintomas se agravarem, ele foi internado no Hospital da Universidade George Washington. Lá, ele passou a ser tratado com um ventilador respiratório que o ajuda a inspirar e expirar. Outro equipamento auxilia na circulação e oxigenação de seu sangue. 

A partir das imagens dos exames de tomografia gráfica do paciente, foi criado um vídeo em 360° que mostra os danos que o coronavírus causou em seu corpo. As áreas que aparecem nas cores verde e vermelha mostram as partes inflamadas e infeccionadas dos pulmões. "Há um forte contraste entre o pulmão anormal infectado pelo vírus e o tecido pulmonar adjacente mais saudável", disse o cirurgião torácico Keith Mortman, que trata o paciente.

Segundo Mortman, o contraste mostrado nas imagens é tão grande que não é necessário ser médico para entender a gravidade do quadro do paciente. O médico alerta que o vírus é tão agressivo que os infectados podem sofrer danos pulmonares duradouros. "Quando a inflamação não desaparece com o tempo, formam-se cicatrizes nos pulmões". De acordo com ele, isso pode afetar a capacidade respiratória a longo prazo, podendo causar a síndrome do desconforto respiratório agudo (SDRA), quando há acúmulo de líquidos nos pulmões, privando os órgãos de receberem oxigênio.

 


Fontes: CNN e Business Insider

Imagem: Hospital da Universidade George Washington/Reprodução