Ta Na História

Zé Carioca: muito além do estereotipado papagaio malandro

Por Thiago Gomide do Tá na História.

Parceria HISTORY e Ta Na História

Quem olha inocentemente o Zé Carioca acaba enxergando somente um papagaio. Cheio de estereótipos, é verdade, mas apenas um papagaio malandro.

Zé Carioca é filho de uma política de boa vizinhança dos Estados Unidos, para abraçar os países fortes da América Latina, em especial Brasil e México.

Era uma maneira de seduzir pela produção audiovisual, que eles são super craques. Era a maneira de conseguir parceiros para entrar juntinho na Segunda Guerra Mundial.

Dessa forma, os Estados Unidos traziam pro seu campo os países que ele tinha interesse e ainda vendia o “american way of life”, o jeito americano de viver. Tão desejado. Tão cobiçado.

Dois gols com um chute só.

Essa estratégia era muito mais inteligente que o temido big stick, o grande porrete, que foi muito utilizado no governo do Theodore Roosevelt.

Os Estados Unidos encantavam, faziam os olhos brilharem, e não mais só botavam a faca na mesa, como uma eterna intimidação.

Zé Carioca é fruto dessa iniciativa, mas, para criação dele, foi preciso Walt Disney brotar no Rio de Janeiro em uma viagem que marcaria a cidade maravilhosa e a vida do criador do Mickey Mouse. 

Disney, com uma turma de 16 americanos, veio para o Rio de Janeiro a fim de encontrar inspiração no começo da década de 1940. Esse era o objetivo explicável.  Eles ficaram hospedados no hotel Glória, saudoso hotel Glória.

Quer saber os detalhes da vinda de Disney ao Rio de Janeiro? Como surgiu o Zé Carioca? Quais foram os filmes do Zé Carioca no Brasil? Como ele colaborou na história do Brasil?

Aperta o play pra saber tudinho!

E não deixa de se inscrever no canal.

THIAGO GOMIDE é jornalista e pesquisador. Foi apresentador e editor do Canal Futura e da MultiRio, ambos dedicados à educação. Escreveu e dirigiu o documentário "O Acre em uma mesa de negociação". Além de ser o responsável pelo conteúdo do Tá na História, atualmente edita e apresenta o programa A Rede, na Rádio Roquette Pinto ( 94,1 FM - RJ). 

A proposta do Tá na História é oferecer conteúdos que promovam conhecimento sobre personagens e fatos históricos, principalmente do Brasil. Tudo isso, claro, com bom humor e muita curiosidade.