Hoje na história

18.jul.2008

“Batman: O Cavaleiro das Trevas” estreia com a maior bilheteria de um final de semana

Em 18 de julho de 2008, “Batman: O Cavaleiro das Trevas”, o quinto filme da franquia cinematográfica de Batman estreou nas salas de todos os EUA, seis meses após a morte de uma de suas estrelas, Heath Ledger, que interpretava o Coringa. “Batman: O Cavaleiro das Trevas” bateu o recorde anterior de “Homem-Aranha 3”, de 2007, para alcançar a maior bilheteria de um final de semana de qualquer filme da história, arrecadando cerca de 158 milhões de dólares. Ledger, que havia recebido uma indicação ao Oscar por sua performance em “O Segredo de Brokeback Mountain” (2005), morreu aos 28 anos, de um overdose acidental de drogas em 22 de janeiro de 2008.

 

Heath Ledger nasceu em 4 de abril de 1979, em Perth, na Austrália, e, quando era adolescente, atuou em séries e filmes locais. Seu primeiro sucesso em Hollywood foi “10 Coisas Que Eu Odeio em Você” (1999), seguido de papéis em filmes como “O Patriota” (2000), “A Última Ceia” (2000), “Coração de Cavaleiro” (2001), “Honra & Coragem – As Quatro Plumas” (2002), “Ned Kelly” (2003) e “Os Irmãos Grimm” (2005). Ledger recebeu vários prêmios, incluindo uma indicação ao Oscar de Melhor Ator por sua atuação em “O Segredo de Brokeback Mountain”, no qual ele interpreta Ennis Del Mar, o ajudante de uma fazenda em Wyoming, que vive um romance gay com o peão de rodeio Jack Twist (Jake Gyllenhaal). Depois do sucesso de “O Segredo de Brokeback Mountain”, Ledger deu vida a uma das várias encarnações do ícone da música Bob Dylan em “Não Estou Lá”, de 2007.

 

“Batman: O Cavaleiro das Trevas”, que (como seu antecessor imediato, “Batman Begins”) foi dirigido por Christopher Nolan e estrelado por Christian Bale no papel principal, estava em pós-produção quando Ledger foi encontrado morto em seu apartamento em Nova York. Uma grande especulação da mídia se seguiu à sua morte, que, depois, foi anunciada como acidental. “Batman: O Cavaleiro das Trevas” marcou a primeira aparição de Ledger como o Coringa, o inimigo maníaco do homem-morcego. As críticas sobre a performance de Ledger foram excelentes quase universalmente, e começou um burburinho sobre a possível indicação póstuma ao Oscar – o que de fato se concretizou, com a vitória do falecido ator. Jack Nicholson interpretou o personagem em “Batman”, de 1989, o primeiro filme da franquia, que estrelava Michael Keaton como o homem-morcego.

 

Quando faleceu, Ledger estava no meio das filmagens de “O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus”, que foi coescrito e dirigido por Terry Gilliam (“Brazil – O Filme” e “Medo e Delírio”). Paralisada por dois meses, a produção do filme foi finalmente concluída quando três outros atores interpretaram variações sobre o personagem de Ledger. Posteriormente, foi divulgado que três atores – Johnny Depp, Jude Law e Colin Farrell – doariam seu pagamento pelo filme à filha de Ledger, Matilda, que ainda não tinha sido incluída no testamento de seu pai (que deixou sua herança para seus pais e irmãs) à época de sua morte. A mãe de Matilda é a atriz Michelle Williams, que contracenou com Ledger em “O Segredo de Brokeback Mountain”, e sua noiva de 2004 a 2007.

 

Em setembro de 2008, o pai de Ledger anunciou que sua família havia decido doar os seus bens a Matilda.

 


Imagem: Cristiano Betta / The Dark Knight European Premiere [CC BY 2.0], via Wikimedia Commons