Hoje na história

08.nov.1939

Hitler sobrevive à tentativa de assassinato

Em um dia como este, no ano de 1939, uma bomba explodia um um pilar, atrás do palanque, onde Adolf Hitler havia recém terminado um discurso, em Munique. A bomba explodiu 12 minutos depois que Hitler terminou de falar. O líder nazista não se machucou, mas 7 pessoas morreram e outras 63 ficaram feridas.

O autor do atentado foi Johann Georg Elser, um alemão opositor ao regime de Hitler. Ele foi preso antes mesmo de a bomba explodir, quando tentava atravessar a fronteira para a Suíça. Elser estava preso no campo de concentração de Dachau, em 1945, quando Hitler deu a ordem para a sua execução. Ele foi assassinado com um tiro, no dia 9 de abril, época em que a derrota da Alemanha na Segunda Guerra Mundial era iminente.

O discurso de Hitler naquele dia 8 de novembro de 1939 era em comemoração ao 16o. aniversário da desastrosa tentativa de golpe de estado que o partido nazista planejou contra o governo da região alemã da Baviera, em 1923. O fato, que ficou conhecido como "Golpe da Cervejaria", levou Hitler e outros seguidores para a cadeia. Hitler foi condenado a cinco anos de prisão, mas cumpriu apenas nove meses. Neste tempo, ele escreveu o livro Mein Kampf ("Minha Luta").

 


Imagem: Bundesarchiv, Bild 146-1972-025-10 / CC-BY-SA [CC BY-SA 3.0 de], via Wikimedia Commons