Hoje na história

09.fev.1964

Morre Ary Barroso, compositor e radialista brasileiro

No dia 9 de fevereiro de 1964, em um domingo de Carnaval, o Brasil perdia Ary Barroso, compositor, locutor e cronista de esporte. Ele morreu aos 60 anos, por conta de uma cirrose hepática, no Rio de Janeiro. Durante sua carreira, compôs cerca de 500 músicas e também contou com parceiros como Noel Rosa e Lamartine Babo. Nascido em 7 de novembro de 1903, na cidade de Ubá (MG), ficou órfão cedo e foi criado pela tia Rita, que o inseriu no meio musical. Nos anos 20, já no Rio de Janeiro, compôs músicas como “Eu vou à Penha” e “Vamos deixar de Intimidade”. Essas duas composições fizeram parte do seu primeiro disco, lançado em 1928. Seu maior reconhecimento, contudo, foi com a música “Aquarela do Brasil”. Suas músicas também ficaram muito conhecidas na voz de Carmem Miranda. O sucesso lhe rendeu um convite de Walt Disney para musicar o filme “Você Já Foi a Bahia?”. Ary Barroso também ficou conhecido pela sua carreira como locutor e cronista de esporte. Com estilo pitoresco, ele soprava uma gaita-de-boca toda vez que um gol era marcado durante os jogos. Além disso, não fazia questão de esconder que era torcedor do Flamengo, seu clube de coração.