Hoje na história

03.ago.1984

Regime democrático volta a vigorar no Uruguai

Chamou-se Pacto do Clube Naval ao acordo assinado em 3 de agosto de 1984 que possibilitou o retorno do regime democrático ao Uruguai depois de onze anos de ditadura militar. Tratou-se de uma negociação secreta efetuada entre os ditadores militares e representantes do Partido Colorado, Frente Ampla e o Partido Nacional. O governo militar convocou eleições em novembro desse mesmo ano, não sem antes proscrever os candidatos naturais de seus respectivos partidos, o militar uruguaio Liber Seregni pela Frente Ampla, Wilson Ferreira Aldunate do Partido Nacional e Julio María Sanguinetti do Partido Colorado, que resultou eleito e assumiu no dia 1º de março de 1985. O nome deste acordo originou-se no local onde se efetuavam as reuniões, o Clube Naval, localizado no bairro Carrasco, de Montevidéu. O pacto marcou o fim da ditadura das Forças Armadas do Uruguai e permitiu as bases para uma transição pacífica rumo à democracia. Entre os pontos do acordo destacou-se o fato de que os novos comandos militares seriam designados por quem fosse eleito Presidente da República e, por outro lado, o Conselho de Segurança Nacional se manteria como órgão assessor em temas como o ataque à soberania e questões territoriais.

 


Imagem: via Wikimedia Commons